sábado, 23 de julho de 2016

BUSCANDO UM EQUILÍBRIO ENTRE CARREIRA E VIDA PESSOAL, HAYLEY WILLIAMS ENFRENTA DESAFIOS EM PROCESSO DE COMPOSIÇÃO



A plataforma online do programa de TV irlandês Xposé divulgou um trecho da entrevista de Hayley Williams para a edição de número 216 da revista Rock Sound, na qual a vocalista do Paramore foi o grande destaque. A matéria traz o título “A estrela do Paramore que inspirou uma geração inteira, ainda firme e forte”. Confira:



Hayley Williams tem medo de compartilhar demais

Hayley Williams sofre para encontrar um equilíbrio entre deixar o coração à mostra e guardar segredos.

A vida da vocalista do Paramore está exposta ao público desde que sua banda lançou seu álbum de estreia, All We Know Is Falling, em 2005, e há mais de uma década ela vem aprendendo a expor suas emoções em músicas, enquanto lida com as mudanças na configuração dos membros da banda.

Apesar da vocalista de 27 anos gostar de ser honesta nas músicas que escreve, ela acha difícil encontrar o ponto em que deve parar de compartilhar experiências pessoais.

“Eu mantenho as coisas na minha cabeça e no meu estômago, quase como um tipo de combustível, mas grande parte dos meus erros e das coisas que talvez tenham me envergonhado, e todas as dores que eu já senti ou posso ter causado acabam vindo à tona,” ela explicou para a revista Rock Sound. “É difícil deixar seu coração à mostra, e também guardar segredos. Eu tive que aprender do jeito difícil, porque existem coisas que já vivi, e coisas sobre as quais eu já falei publicamente, e tive que me obrigar a voltar para o meu lugar.”

Hayley foi descoberta quando tinha 14 anos, o que significa que ela passou quase metade de sua vida sob a luz dos holofotes. Ela e seus colegas de banda lançaram hits como Pressure, Misery Business e Still Into You ao longo dos anos, mas eles não lançaram mais nada desde o álbum autointitulado, em 2013. Quando questionada sobre o futuro, Hayley disse não saber o que ele pode trazer.

“O último álbum foi a maior diversão que eu já tive na vida, e mesmo que eu tenha aprendido muito sobre mim, sobre meus amigos e sobre música, eu também aprendi que você só consegue se manter no topo da vida por um tempo,” ela suspirou. “O senso de nostalgia pode te inspirar por um tempo, mas não pode te segurar para sempre.”

Fonte: Paramore Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário