quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

BANDA DE METAL GERA POLÊMICA AO ACUSAR PARAMORE DE FAZER PARTE DE UMA CONSPIRAÇÃO CONTRA O ROCK


o domingo, dia 8 de fevereiro, ocorreu a premiação do Grammy Awards 2015 – o prêmio de maior prestígio no mundo da música – e o Paramore levou o troféu com a música “Ain’t It Fun”, que ganhou na categoria “melhor música de rock”. Esta vitória, assim como a de Beck Hansen, pareceu não agradar uma banda de metal formada em 1997 e atualmente composta por Chris Taylor Brown, Robb Torres e Peter Charell: a banda Trapt.

Em uma publicação no Facebook, o trio acusou o Grammy Awards de promover uma conspiração que consiste em acabar com o rock, e apontou o Paramore como participante da mesma.

A mensagem gerou grande repercussão, sendo comentada por músicos e críticos, como os da Billboard, que fizeram uma publicação sobre a polêmica em seu site:

Trapt alega que vitória do Beck e Paramore no Grammy foram uma “conspiração” para destruir o rock

“O estabelecimento não quer nada muito ameaçador ou tão na cara para te exasperar,” diz o grupo de rock.

Primeiramente, o Beck teve que lidar com Kanye West invadindo seu discurso de aceitação do prêmio de álbum do ano, e depois as críticas dele sobre o Grammy. Agora, o Beck tem um novo inimigo: Trapt, a antiga banda de metal, mais conhecida pelo hit de 2003 “Headstrong.”

Na noite de domingo (8 de fevereiro), a banda postou uma mensagem no Facebook se queixando sobre a vitória do “Morning Phase”, do Beck e “Ain’t It Fun” do Paramore no Grammy por melhor álbum e melhor música de rock, respectivamente, supondo uma “conspiração” para acabar com o gênero.

“O fato de que o Paramore ganhou um prêmio por melhor música de rock e que o Beck ganhou como melhor álbum de rock mostra que há uma conspiração rolando para destruir a essência do rock,” diz o texto. “O estabelecimento não quer nada muito ameaçador ou tão na cara para te exasperar, eles só querem que você dance sem pensar para o pop punk ou indie eletrônico ou o que quer que seja que ganhou as categorias de rock no Grammy.”

“Headstrong,” o hino agressivo do álbum auto-intitulado do Trapt, de 2002, alcançou o top 16 de 100 músicas das paradas, e o grupo lançou seu sexto álbum em 2013. O Trapt nunca foi nomeado para o Grammy.

Muitos acusaram a mensagem como uma tentativa de auto-promoção da banda Trapt, que não aparece nos holofotes da indústria musical há algum tempo. O Paramore ainda não se manifestou sobre o caso, exceto por um breve tweet de Hayley Williams, que “riu” de um comentário sarcástico de David Galea, da equipe do Paramore.


NDavid: Gostaria de agradecer ao TRAPT por expor a conspiração contra o rock, perpetuada por Beck e pelo Paramore nos últimos 20 anos. É 2015, gente!

Hayley: lololol

E cada uma que vejo na vida viu :P 

fonte: Paramore Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário