terça-feira, 25 de novembro de 2014

HAYLEY E JOY WILLIAMS FALAM SOBRE “HATE TO SEE YOUR HEART BREAK” E A AMIZADE ENTRE AS DUAS



O site NPR Music divulgou hoje uma entrevista feita por email com Hayley e Joy Williams, ex vocalista da extinta banda The Civil Wars. Na Entrevista, as duas falam sobre a parceria em “Hate To See Your Heart Break” e a amizade de longa data entre elas. Confira a tradução:



Cantar com um amigo é uma experiência exclusiva e interessante. É como falar em uma língua simples e aprimorada, tornando a comunicação mais profunda e rapidamente possível. Hayley Williams e Joy Williams, não são parentes embora elas compartilham o mesmo sobrenome, são amigas há mais de 12 anos, desde que Joy era uma jovem estrela no cenário da música cristã contemporânea e Hayley era apenas uma compositora pré-adolescente promissora. Desde então, Hayley encontrou a fama liderando o Paramore e Joy a acompanhou com seu trabalho CCM de sucesso com “The Civil Wars”, e agora, em carreira solo. Mas elas nunca tinham colaborado em uma gravação antes deste dueto, em “Hate See Your Heart Break“, incluído na nova versão deluxe do Self-Titled Album.

A amizade é o porquê da colaboração soar tão natural e mutuamente simpática. “Quando nos conhecemos, eu tinha 12 anos e Joy tinha 18 ou 19, eu acho”, Hayley disse em um e-mail recente. “Eu já era fã dela. Foi o destino que nos tornou amigas. Ela estava sempre dando grandes conselhos e ouvindo as músicas que eu havia escrito ou os grandes planos que eu tinha sobre me tornar uma artista de verdade”. Embora as duas mulheres passaram anos em caminhos ligeiramente diferentes, elas sempre se olharam em busca de inspiração. “Nossa amizade cresceu mais profundamente conforme nós crescemos e eu acho que ficamos ainda mais próximas no ano passado”, acrescentou Joy, também em um e-mail. “Eu sempre amei como somos capazes de pegar de onde paramos, não importa quanto tempo passou.”

“Hate To See Your Heart Break” tem a bela melodia de uma música clássica de harmonização, que lembra “The Everly Brothers”.Hayley compôs com seu companheiro de banda Taylor York durante um período de seca nas sessões de escrita do Paramore. “Nós dois estávamos sentindo um pouco de melancolia”, ela lembrou. “Nós apenas mesclamos cada uma de nossas ideias individuais e elas se encaixaram perfeitamente. Acho que no fundo eu estava morrendo de vontade de escrever uma canção como esta há muito tempo. O que eu amo em ‘Heart break’ em particular, é que ambas as melodias vocais são fortes o suficiente para liderarem, mas elas meio que se harmonizam uma com a outra. ”

Joy, que estava a com a voz tão lindamente entrelaçada com John Paul White, na agora extinta “The Civil Wars”, ganhou com a possibilidade de harmonizar a forma que ela aprendeu quando criança, quando ela cantava com sua mãe e irmã mais velha. “Desde sempre eu cresci harmonizando com mulheres, me senti realmente natural cantando com a Hayley”, disse ela. “Lembro-me da gente conversando naquele dia no estúdio, sobre como nós temos alguns traços semelhantes em nossas vozes. Tudo o que tinha a fazer era dar a introdução para as nossas harmonias realmente se unirem. A mistura foi natural, muito parecido com a família. Eu acho que as mulheres têm uma maneira misteriosa forma de conectar-se uma a outra, se elas se conhecem bem, e eu senti isso. “O par camarada empresta o calor tanto para o desempenho quanto ao vídeo, feito durante as gravações no Recorder Village, em Santa Monica.

No quarto que Stevie Nicks pessoalmente decorou para a gravação de seu álbum duplo “Tusk do Fleetwood Mac” Joy declarou: Senti como se o espírito místico de Stevie ainda estivesse nas paredes. Essa é uma boa energia para se ter em uma sala, especialmente com duas mulheres gravando. Parecia o lugar perfeito para te deixar para baixo, luz de velas, pés descalsos e ser você apenas. tivemos pausas para fazer o chá quente na cozinha do estúdio  e se perder nas conversa até percebemos que provavelmente devíamos voltar ao trabalho”. A vibração foi tão aconchegante que Joy deu á Hayley seus sapatos Steve Madden para ela usar, de modo que ela coincidiria com a altura de sua amiga nas as câmeras. “Eu realmente me senti alta naquele dia e isso nunca aconteceu! “, disse Williams.

Hayley declarou que a música encontrou sua dimensão oculta nesta versão. “Eu amo cantá-la com alguém quem compartilhei minhas dores e minhas histórias por algum tempo”, explicou ela. “Alguém que conheço bem e me sentei e ouvi compartilhar suas próprias dores. Essa nunca foi uma canção romântica entre amantes, mas sempre uma música para um amigo. Agora é ainda mais especial. Eu penso nisso como uma ode à irmandade. Fechar amizade entre mulheres que compartilham suas histórias, que apoiam uma a outra e se compreendem”.

Hayley, que se tornou uma estrela nos últimos anos, mantendo-se como uma das principais artistas do sexo feminino do rock, tem orgulho de baladas como “Heart Break ” . “Estou muito orgulhoso de cada canção do álbum “Paramore”, disse ela. “Há acenos para as nossas raízes como uma banda, há acenos para gêneros e gostos de cada um, o álbum todo realmente nos resume”. O Self-Titled é perfeito para o Paramore. Agora, eu não tenho nenhuma idéia para onde nós vamos, eu sei muito bem que existem limitações, mas uma coisa é certa, como este dueto prova: ao explorar novos caminhos, é fundamental ter amigos que possam seguir a sua voz e levá-lo com a voz deles.

Fonte: Paramore Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário