quinta-feira, 6 de março de 2014

Alter the Press: “5 razões porque Hayley Williams é um grande modelo”



A Alter The Press divulgou uma matéria onde deixa claro porque Hayley Williams é um grande modelo a ser seguido, já que a vocalista se tornou uma grande estrela da indústria da música, mas mesmo assim nunca perdeu a humildade e originalidade. O talento vocal da ruiva também ganha destaque, sendo enfatizado pelo alcance de notas que nem mesmo uma grande estrela do pop conseguiria melhor.
A revista eletrônica chegou a comparar Hayley com artistas como Gwen Stefani por causa de sua atitude, com Taylor Swift por causa de suas músicas que falam sobre amor, mas com uma pitada de vingança, e com a personagem fictícia Lisbeth Salander, da trilogia Millenium, por causa de suas maquiagens.
Confira a tradução na íntegra:

Por mais de uma década, Hayley Williams vem provando que os críticos estão errados. Sexismo e a indústria da música dominada por homens rotulou imediatamente o Paramore como apenas uma cópia da No Doubt. Os críticos compararam Hayley a Gwen Stefani, incapazes de ver além de seu gênero e perceber que ela é mais Freddie Mercury do que Stefani, especialmente durante suas apresentações ao vivo quando ela eletrifica a multidão como uma tempestade de trovões com sua voz poderosa.
Hayley Williams talvez seja uma heroína do rock’n'roll ou Lisbeth Salander de cabelos tingidos, mas o que não pode ser contestado é a sua habilidade de inspirar as pessoas através da sua música contagiante que é quase tão pop quando algodão-doce. Hayley é uma exceção à regra: durona, com um vocal incrível e é conduzida para o sucesso com sua música mais do que por causa de seu comportamento.
Como se você não a amasse o suficiente ainda, aqui estão cinco razões porque Hayley Williams é um verdadeiro modelo para os milhões de adolescentes perseguindo seu sonho e seguindo seus passos.
1. Ela provou que todo mundo estava errado
Depois de Zac e Josh Farro deixarem o Paramore em 2010, os críticos passaram dois anos espalhando acusações injustas contra Hayley. Alguns até acusaram ela de ser a causa da separação. A sua integridade artística foi atacada por jornalistas que pareciam incapazes de escrever sobre ela sem discutir sobre seu sexo. Eles até questionaram sobre o coração dela. Então, em 2013, Paramore lançou seu novo álbum auto-intitulado como uma banda de três membros. Usando uma jaqueta com as cores do arco-íris e com uma maquiagem inspirada no filme Millenium: Os Homens Que Não Amavam As Mulheres, Hayley liderou o Paramore em uma tour que explodiu como uma bomba de energia, paixão e prova que ela não deveria ligar para as críticas. Com luvas de couro e cabelo flamejante, Hayley cresceu e entregou performance atrás de performance que transbordava perseverança. Em menos de um ano, Hayley ajudou o Paramore a deixar de ser pop punk para se tornarem deuses do rock.
2. Ela é a Taylor Swift no mundo do rock
Hayley é provavelmente a estrela do rock mais corajosa do planeta. Mas isso não significa que ela não poderia escrever uma letra romântica sobre términos, ciúmes e melancolia. Em “Misery Business,” quando ela canta “Second chances they don’t ever matter/ people never change/once a whore, you’re nothing more/I’m sorry, that’ll never change,” ela exalta uma letra feminista sobre um ex-namorado sendo arrasado por uma garota. Isso é vingativo e como qualquer boa música da Taylor Swift, é cheia de glitter, goma de mascar e veneno. Mas não se trata de pop meloso e, sim, de um pop punk emocional, inspirador e conduzido por um monte de agressões que Hayley desenvolveu durante seus dias na Warped Tour. Ela é a pessoa que você deve seguir se não quer ser muito Taylor Swift, nem muito Courtney Love. Ela é perfeita.
3. Ela é muito corajosa
Ela parece absolutamente imune a qualquer crítica que venha de fora. Ela não sente vontade de provar que é do punk rock. Na verdade, ela é punk rock porque ela é absolutamente relutante a ser qualquer pessoa além dela mesma. Seja lançando sua linha de tintura para cabelo ou provando que meias ainda estão na moda, Hayley parece encarnar a noção de que ser punk não é apenas usar drogas ou sair por aí quebrando guitarras, mas é uma habilidade genuína, mesmo se ser isso signifique abraçar a cor rosa e falar sobre “grandes problemas de garotas” em hinos com um ukulele. A sua conta no instagram é cheia de fotos com inspiração de uma garota que aguenta o bastante, especialmente quanto as críticas questionam seus pertences DIY (“faça você mesmo”, em tradução livre). Bom, isso tudo não é lá muito punk rock, ou pelo menos uma percepção do punk, o que Hayley não parece interessada em transmitir na sua imagem; especialmente durante um show ao vivo, onde ela se transforma de uma garota com 1,60m em um dos personagens do X-Men com uma pele rígida, super poderes e é à prova de balas. Ela é muito corajosa e um exemplo brilhante de como é legal ser você mesmo e amar cada segundo disso tudo.
4. Ela tem o poder feminino
Hayley Williams continua a ser uma mulher incrível que lidera uma banda. Mesmo em 2014, essa é uma lista curta, e Hayley está nela junto com Karen O da banda Yeah Yeah Yeahs e Lauren Mayberry de Chvrches. Enquanto a indústria da música continua a objetivar as mulheres usando o marketing de “garota que canta,” frequentemente favorecendo sex-appeal ao invés de talento, Hayley lida muito bem com a indústria fonográfica que só quer ganhar dinheiro em cima de seu rosto bonito. O talento dela, o que inclui alcanço vocal que vai além de qualquer outra estrela do pop, é tudo o que ela precisa para se divertir com os garotos da banda. Ela tem uma força natural no palco que junto com sua habilidade para cantar pode perfeitamente liderar a banda mais poderosa no mundo da música hoje. Hayley sempre protejeu o Paramore e brigou pela integridade artística da sua banda desde o início, nunca deixando a indústria transformá-los em alguma coisa que eles não são. Por causa disso, Hayley Williams é um grande modelo feminista, sem tentar ser um, e isso é uma coisa muito poderosa.
5. Ela não curte aquela vida de rockstar
Assinando seu contrato com uma gravadora enquanto ainda era uma adolescente, você poderia esperar que Hayley Williams sucumbisse nas armadilhas assim como outras pessoas que encontraram o sucesso ainda jovem. Mas Hayley se manteve forte durante toda a pressão e tentações. Ela é durona (mas não pense que ela usa drogas), e para a maioria, ela é uma garota caseira que curte passar o seu tempo livre ao lado de Chad Gilbert do New Found Glory. Isso tudo parece muito humilde para uma das cantoras mais carismáticas do mundo do rock, mas para Hayley, isso faz parte de ser normal. Ela é a prova que mesmo com muito sucesso, o que vem junto com muita cobrança, você ainda pode manter o seu comportamento normal e se manter com classe. Hayley é realmente uma exceção à regra, e por essa razão, ela é um modelo para qualquer aspirante a estrela.


Fonte: Paramore Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário