quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Paramore traz hit monstruoso, “Still Into You” à Mohegan Sun



Em entrevista para o CT NOW, Taylor contou sobre a gravação no novo álbum, sua música favorita e o sucesso de Still Into You. Confira a tradução:
Quando membros do Paramore começaram a trabalhar em seu novo álbum, Taylor York, o guitarrista, estava apavorado. Os irmãos Josh e Zac Farro deixaram o grupo no final de 2010 e o futuro era incerto. Os Farro fundaram a banda junto à Hayley Wiilliams. Quando iniciaram o processo de criação do novo disco, Williams, York e Davis passaram por um bloqueio criativo, mas eles dedilharam, cantaram e saíram dessa com tudo.
O resultado, foi o “Paramore,” lançado em abril. Mostra a banda explorando novos territórios e foi um sucesso na crítica e nas vendas, incluindo o hit “Still Into You.” A turnê da banda de divulgação do cd, “The Self-Titled Tour” chega à Mohegan Sun nesse domingo, dia 17, às 19:30h.
A banda foi fundada em Franklin, Tennessee, em 2004 e arrancou para o sucesso na cena punk rock emo. York falou com a gente pelo telefone antes do show na Pennsylvania, contou sobre as tentativas envolvendo a criação do novo disco e seu triunfo.
CT: Quando começaram a trabalhar no novo álbum, quais era seus objetivos?
T: Pra ser honesto, não sabíamos, a única certeza era que a banda não tinha acabado. Que ainda tínhamos muito o que dizer, muito o que mostrar. O cd nos surpreendeu porque, no começo, achamos que eramos obrigados a fazer álbuns parecidos com os outros três. Começamos a escrever grandes riff de rock, parecido com o repertório antigo, mas isso não nos inspirava mais, o que foi assustador. A gente estava tipo “uau, acho que temos que experimentar um pouco mais para descobrir nossa verdadeira paixão.” As músicas saíram umas diferentes das outras e eram únicas, originais. Nos permitiu mostrar muito mais nossos influências e onde estamos hoje. Foi realmente um álbum assustador de gravar, mas é muito livre e libertador para nós como artistas, saber tudo que somos capazes de fazer.
CT: Foi o primeiro disco sem os irmãos Farro. Isso foi ainda mais assustador?
T: Sim, com certeza, no começo. Mesmo depois de tantos problemas na banda, musicalmente, nós cinco nos sentíamos confortáveis uns com os outros. A gente tinha nosso jeito de fazer as coisas, um ritmo. Quando eles saíram foi estranho logisticamente, não conseguíamos fazer tudo do mesmo jeito. Josh era o principal escritor com a Hayley, então quando ele saiu, as coisas tinham que mudar, não era uma escolha. Foi intimidador. Mas assim que encontramos nosso ritmo próprio e algumas músicas se escreveram sozinhas, ganhamos confiança. Nunca nos divertimos tanto na gravação de um cd, foi incrível.
CT: Quando gravaram “Still Into You” sabiam que seria um sucesso?
T: Não. Nem ideia. Foi a segunda música que gravamos, foi quando um pessoal da gravadora entrou no estúdio pra ouvir a música e surtaram (no sentido bom), mas realmente nos surpreendeu. Virou single em abril ou maio e está durando. A gente não fazia ideia que ia funcionar.
CT: Qual sua música favorita no cd?
T: Há uma chamada “Last Hope” no meio do disco. Foi a canção que nos ajudou a deixar o bloqueio criativo para trás. Estávamos juntos no estúdio em Eagle Rock, perto de Pasadena, Califórnia, e não conseguíamos fazer nada. Então, de repente, essa música caiu do céu, se escreveu sozinha em uma ou duas horas. Foi a canção que nos deu a confiança necessária e explicava nossas personalidades e o momento da banda. Tenho uma ligação especial com ela.
CT: O que aqueles que nunca foram em um show podem esperar no Mohegan Sun?
T: Não importa o estilo de musical que tocamos, ou a música que tocando, é um grande show de rock. Nos damos tudo, nossos shows são energéticos e com muita paixão. É nosso objetivo conseguir se conectar com as pessoas, com os fãs.

Fonte: Paramore BR

Nenhum comentário:

Postar um comentário