domingo, 13 de outubro de 2013

"O grande segundo ato do Paramore"

Em entrevista para o site de San Francisco SFGate, Hayley fala sobre o desmembramento que a banda sofreu em 2010 e como ela conseguiu superara esse momento difícil para a banda.

Confira:


O grande segundo ato do Paramore



Paramore passou por seu maior abalo há alguns anos, quando o guitarrista fundador Josh Farro e o baterista Zac Farro repentinamente saíram da banda em ira. Depois da poeira abaixar, a vocalista Hayley Williams, 24, decidiu seguir em frente com o guitarrista Taylor York e o baixista Jeremy Davis. 
O grupo do Tennesse dirigiu-se a Los Angeles para fazer seu quarto álbum auto-intitulado com o produtor Justin Meldal-Johnson, que já trabalhou com Beck, M83, entre outros. A banda ascendeu com sua estreia no topo das paradas. 
Paramore se apresentará na sexta-feira no SAP Center, em São José. Williams conversou conosco sobre a superação do desmembramento [da banda]. 
P: Nos dias em que pensou se afastar do Paramore, o que você achava que faria pelo resto da sua vida? 
R: Eu achava que talvez iria trabalhar em uma cafeteria porque ao fim do dia não era garantido que as músicas que estávamos propondo iriam dar certo. Eu sou uma pessoa muito realista. Eu não espero que isso dure para sempre. Nós apenas somos gratos por poder prosseguir com isso.
P: Você não apenas prosseguiu, mas também alcançou um primeiro álbum no topo das paradas. 
R: Isso é muito louco. Há muito o que posso dar ou tirar deste trabalho, principalmente a fama. Não é algo que eu sempre quis. Mas eu percebi que isso provém de ter músicas que conectam-se com as pessoas.
 P: Há uma boa razão para que você tenha ouvido apenas músicas dos anos 80 enquanto trabalhava neste álbum?
R: Para mim, aquelas músicas são mais tridimensionais do que o que tem por aí. Elas também me afastam de ser consumida por tudo que é tolo e novo. 
P: Você morou sozinha em Los Angeles por um tempo para clarear sua mente. Você estava solitária ou você esbanjou cada momento de anonimato?
R: Foi um pouco de cada. Precisávamos de tempo para nós mesmos para descobrir o que faríamos depois. No fundo, estávamos perdendo amigos. Foi difícil. Eu não pude ficar perto das memórias ou das pessoas de lá (no Tennessee). Me mudei para Los Angeles algumas semanas antes do resto da banda ir para gravarmos o novo álbum. Descobri muito rápido que você não pode fugir dos seus problemas. É por causa disso que o álbum é sobre crescer e erguer-se sobre as coisas que acontecem em sua vida. Analisando, este foi um dos momentos mais importantes da minha vida.

Fonte e tradução: Paramore Brasil 
Matéria original Aqui



Nenhum comentário:

Postar um comentário