sábado, 19 de outubro de 2013

Hayley fala sobre as surpresas organizadas por fãs durante a turnê pela América do Sul



Em recente entrevista ao USA Today, Hayley Williams relembrou as surpresas criadas pelos fãs da América do Sul para os shows da banda, como os balões em Still Into You, ideia que a banda adotou para a The Self-Titled Tour, além de contar como é seu ritual pré-show. Confira:
Ain’t it fun? A turnê recente pela América do Sul mostrou fãs levando suas próprias produções para abrilhantar os shows. “Quando tocamos Now, as pessoas jogavam giz colorido no ar quando começava a primeira batida do coro.” diz Williams. “Quando tocamos Still Into You, as pessoas encheram balões e os lançaram ao ar, como fizemos no vídeo oficial.” Williams ama esse tipo de interação, mas ela não está segura sobre os circle pits. “Paramore não é uma banda punk, e nunca procuramos ser,” ela diz. “Toda hora que vejo um circle pit em um show do Paramore, eu fico um pouco tonta. E também confusa.”
Sob pressão. Williams diz que os arranjos pra algumas músicas mudaram desde a saída dos irmãos Farro em 2010. “Mas algumas outras músicas, como Pressure, temos tocado do mesmo jeito que fazíamos em 2005, porque há um pouco de nostalgia que nos faz bem. Há algumas coisas que sempre serão parte dos nossos shows, porque nos lembra de onde viemos, e queremos lembrar as pessoas disso, também.”
Ritual pré-show. Mais ou menos 1h antes do show, Hayley se tranca no camarim. “O momento em que eu passo sozinha me preparando, mantendo a mente distante, porque eu sinto que preciso me preparar mais a cada tour. Tenho que me aquecer; levo 40 minutos para aquecer minha voz. Depois eu faço maquiagem, me visto e, ultimamente, eu tenho vestido roupas que são mais difíceis de colocar do que jeans e camiseta. Então depois eu e os rapazes nos reunimos e oramos, e vamos pro palco.”
Futura rainha. Como uma jovem do interior dos EUA, Hayley se vê como Missy Elliott ou Asliyah, “mulheres que são fortes e você se sente intimidado por elas, mas de uma maneira legal. “Eu descobri o Queen por causa de Wayne’s World. Eu amei Bohemian Rhapsody, e amei a voz do Freddie Mercury. Atualmente, sinto que o estou redescobrindo agora adulta. Quero tanto ser igual a ele!”

Fonte: Paramore BR

Nenhum comentário:

Postar um comentário