terça-feira, 15 de outubro de 2013

Em entrevista a Entertainment Weekly, Hayley Williams conta que ‘Ain’t It Fun’ será o ápice dos shows

Em entrevista ao famoso site Entertainment Weekly, Hayley falou sobre a nova turnê, a qual começa hoje em Seattle e tem tudo para ser um sucesso.
Quanto a ‘Aint it Fun‘, Hayley declara que pretende mostrar o vídeo que foi cancelado ao fãs e o quanto antes gravá-lo novamente. Ela também deixou claro que esta música será o ápice dos próximos shows, e quem somos nós para duvidar? Afinal, ‘Ain’t it Fun’ é quase unanimidade entre os fãs quando o assunto é música favorita.
No final da entrevista, fugindo do assunto banda e falando sobre os hobbies da cantora, ela foi questionada sobre o seu lutador favorito de UFC.
Ficou curioso? Então confira a entrevista completa e traduzida:

Paramore alcançou muitos marcos neste ano: lançaram seu primeiro álbum como um trio, pela primeira vez chegaram ao top10 nas rádios com o single “Still Into You” e agora estão prestes a embarcar em sua maior turnê em arenas – incluindo pela primeira vez ser a banda principal no Madison Square Garden, em Nova Iorque.
A trupe começa amanhã a noite em Seattle (confira todas as datas aqui), mas antes de fazer as malas para a viagem, a cantora Hayley Williams nos reservou um pouco do seu tempo para falar sobre a nova jornada, os danos durante o vídeo de “Still Into You” e como ela foi parar na colaboração com Zedd, “Stay The Night”.

Entertainment Weekly: Você está nessa há algum tempo mas há alguns dos maiores lugares que vocês nunca tocaram e o farão nesta turnê. Você continua nervosa?
Hayley Williams: Eu continuo nervosa. Eu fico nervosa antes de cada show, mesmo que seja pequeno. Eu só quero que tudo saia perfeito. Nós somos muito perfeccionistas até sair do palco e, uma vez que saímos, tudo rola. Tenho um grande frio na barriga – eu meio que piro com todos esses grandes lugares. Estou muito animada e eu me borro inteira sobre o Madison Square Garden.

E que tipo de shows vocês estão preparando no Madison Square Garden?
Vocês já viram os cenários de guerra no show do Metallica? Não faremos aquilo. [Risadas] Na verdade nunca fizemos grande produções.  Nós geralmente aparecemos no palco com nosso figurino, um pano de fundo e algumas luzes bonitas. Então fizemos algo mais pensado para este show. A setlist é mais longa; tocaremos por quase duas horas em cada noite. Me sinto tão velha – não acredito que tocaremos por duas horas em uma noite! Mas quando tocamos, parece passar muito rápido para mim. Estamos misturando muitas coisas novas e ainda tocaremos muitas das velhas e eu estou tão feliz em fazer isso. É um passeio de montanha-russa, um passeio muito legal que você quer fazer várias e várias vezes. Eu realmente estou muito feliz em poder mostrar aos fãs que tem nos seguindo por estes oito anos o quão longe chegamos e também apresentar a novas pessoas o que fazemos de melhor.
Vocês ainda não tocaram muitas músicas do Paramore. Mais destas serão mostradas nesta tour?
Nossos fãs seguem cada coisa que fazemos de perto online. Mesmo depois da última tour, a setlist foi postada dois dias antes do show começar e não temos a mínima ideia de como conseguiram isso. É tão difícil de surpreender as pessoas, mas uma coisa é ver no papel. Quando você está lá, isso toma vida e se torna essa memória e essa conexão emocional.
Taylor e eu temos conversado muito sobre onde colocar certas músicas mas agora temos uma setlist a qual estamos tão apaixonados e é uma sensação tão boa tocá-las e as pessoas parecerem muito felizes com isso. É claro que não podemos fazer todos felizes – há muitas músicas antigas e muitas músicas novas. Mas parece que alcançamos um equilíbrio perfeito. Eu continuo dizendo aos fãs pra não se preocuparem com isso. Apenas que venham aos shows, sintam-o e experimentem, porque isso deve ser tornar mais do que uma experiência.

“Still Into You”  é o primeiro single a alcançar o top 10 das rádios. Como vocês celebraram?
Nós não comemoramos cada marco alcançado. Mas estamos todos muito animados sobre “Still Into You”. Pessoas me perguntam o tempo todo, importa ser aclamado pela critica ou ter sucesso comercial? Obviamente não é a coisa mais importante no mundo, mas é maravilhosa a sensação de pessoas adorarem esta canção e o nosso álbum.
O vídeo é ótimo. Onde deixaram vocês andarem de bicicletas e cheias de balões?
Ele foi filmado em uma mansão de uma sociedade de mulheres que esta lá por anos. É próximo a Austin, Texas e deve ter uns 100 anos. Tem uma atmosfera sulista, uma vibe chique. Muitas cores pastéis por todo lado. O dia em que filmamos estávamos andando de bicicleta por lá e acho que algumas das mulheres que mandam no lugar estavam preparando uma eventos festivo chiquérrimo e estávamos mal vestido. Eu não acho que contamos a eles que estávamos filmando um vídeo que na verdade destruiria o lugar. Ao menos eles podem avaliar que pessoas estavam no vídeo. Eu percebi isso ontem no VH1 e talvez isso signifique algo pra eles agora.
É verdade que uma das minhas músicas favoritas do álbum, “Ain’t It Fun”, será o próximo single?
Definitivamente isso irá acontecer. Estávamos tentando descobrir o que fazer com o vídeo. Eu escrevi sobre isso mas ainda não postei. Eu mostrarei aos fãs o vídeo de “Ain’t It Fun” e provavelmente faremos outro. Essa informação pode sair a qualquer dia a partir de agora. É a minha música preferida que gravamos também. Não posso esperar para tocá-la nos Estados Unidos e na turnê, porque será um dos ápices do show.
Como você foi parar em “Stay The Night” do Zedd?
John Janick, que assinou o Paramore com a Fueled By Ramen quando éramos crianças e que agora cuida da Interscope, me enviou um e-mail. Ele estava envolvido em um projeto e sabia que Zedd era fã de Paramore. Então ele falou ao Zedd que deveria pensar em me colocar na músicas e eu recebi um -mail dele basicamente com uma demo da música. Não estava finalizada, precisava de letra e de melodia, e ele queria saber o que eu achava e também se eu estava interessada em terminá-la. Eu adorei – e pela segunda vez que ouvi, senti que era algo que já estava em mim. Isso acontece muito com música boa. Quando as pessoas se conectam fortemente com a música, acho que às vezes é porque soa como algo que iriam escrever em outra vida ou algo que eles já cantavam antes de ouvi-la. Eu tenho uma conexão emocional muito grande com a música. Estávamos em Paris prestes a tocar com Muse e Fun. quando fui ao estúdio e fiz minha parte. Eu adorei o que isso se tornou. Zedd é brilhante e estou muito honrada em ter feito essa música junto a ele.

No geral, você é fã de dance music?
Eu não sou fã de dance music’s “absolutas”. Você não vai me encontrar ouvindo-a sempre. Mas eu sou muito fã de ótimas melodias
Você tem essa turnê pela frente, mas em março de 2014 vocês vão estar em um cruzeiro. O que podemos esperar?
Nós falamos muito pouco sobre isso, mas estamos pensando em dois shows. Nós estamos tocando os interludes nos shows agora e são tocamos com ukulele, então nós queremos muito soltar a criatividades com isso já que nós vamos estar em uma ilha. Eu acho que além do próprio setlist, isso vai ser uma experiência íntima. Nós vamos estar muito próximo com aqueles que tiraram um fim de semana da sua vida para passar com a gente em um barco no meio do oceano. Eu acho que isso é uma coisa impressionante. Eu acho que isso vai ser muito mais animador pra mim. Sinto como se fosse uma mini Warped Tour ou um mini festival em um barco, e nós somos uma parte disso. Nós estamos muito animados. Isso é diferente de tudo o que já fizemos.
Finalmente, eu sei que você é fã de UFC. Pra quem você torce entre Cain Velasquez e Junior Dos Santos?
Eu acho que torço pro Junior dos Santos. E você?
Eu gosto do Velasquez. Ele tem aquele instinto assassino.
Você está certíssima sobre isso. Eu não sei o que existe entre mim e o Junior, mas eu vou torcer muito por ele. Eu queria poder ter ido em mais lutas. Eu só estive pessoalmente em uma, e eu realmente preciso voltar para Las Vegas e fazer isso novamente.

Fonte: Paramore Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário