terça-feira, 26 de março de 2013

Hayley fala sobre o novo álbum ‘Paramore’ e sua coleção da M.A.C.

Em entrevista para o site da revista Elle, Hayley fala sobre o novo álbum, a saída dos Farro, e sua coleção de maquiagens da marca M.A.C.. Confira a entrevista traduzida abaixo:
A líder do Paramore com cabelo ardente, Hayley Williams, é a força com que podemos contar. Quando ela tinha apenas 16 anos, Paramore lançou seu primeiro álbum, All We Know Is Falling – e então deu sequência a ele com dois discos de platina e ouro, respectivamente. Mas em dezembro de 2010, quando dois antigos membros do Paramore anunciaram que  iriam sair, Williams se encontrou no meio de um redemoinho da mídia, sob as acusações de que a banda era “manufaturada.”.
Agora, Williams vê a difícil jornada que a banda enfrentou, como um mal necessário para chegar ao seu quarto álbum autointitulado. “Nós somos uma banda diferente dessa vez,” explica Williams. “Não é só um monte de músicas raivosas, remoendo algo que alguém fez comigo. É muito mais pessoal. Os fãs vão poder mergulhar bem mais fundo em quem nós somos nesse álbum”
O ELLE.com recentemente conversou com Williams para falar sobre o Paramore, seu cabelo em chamas, e, é claro, sua coleção de 4 produtos da M.A.C., disponível em 9 de abril.

Sobre o novo álbum da banda, que também sairá dia 9 de abril:
“O álbum é sobre quem nós éramos e quem nós estamos nos tornando nos dois últimos anos. Tem muitas músicas sobre crescer e seguir em frente após algo difícil, e apenas tocar para frente. Musicalmente, nós tentamos de tudo – diferentes sons, gêneros e explorações – e o que foi legal nisso foi que nada nunca foi forçado. Está meio que por todo lugar. Mas, eu sinto que, como pessoa, eu estou meio que por todo lugar. Então, talvez é meio que uma boa representação de mim e dos garotos.”

Sobre a decisão de nomear o álbum Paramore:
“É uma declaração para nós. Nós nunca escolhemos dar nosso nome para alguma coisa antes. Não que nós não tínhamos orgulho de algo que nós havíamos feito – eu tenho orgulho de todos os álbuns – mas esse era simplesmente diferente. Se tudo acabasse amanhã, eu ficaria completamente satisfeita em saber que nós lançamos esse álbum antes que tudo acabasse.”
Sobre a saída dos membros Josh Farro e Zac Farro:
“Foi muito difícil superar. Taylor e Jeremy e eu tivemos que nos apoiar uns nos outros. Em alguns dias em me sentia com raiva, triste, sem esperanças, e mais motivada do que nunca, tudo isso amo mesmo tempo. Olhando para trás agora, é tipo, “óbvio que tudo aquilo aconteceu”. É clichê mas tudo acontece por algum motivo, e no fim, foi uma boa lição para nós aprendermos.
Sobre as sombras laranjas na sua coleção da M.A.C.:
“A M.A.C estava muito interessada em eu ser eu mesma. Do primeiro dia, eu disse, “Tudo tem que parecer com um giz de cera laranja.” Eu me sinto eu mesma usando cores claras. Quando eu tenho cabelo laranja ou um toque de laranja nos meus olhos ou algo do tipo, é como minha zona de segurança. As cores(na coleção) são simplesmente lindas e eu tenho muito orgulho disso.”
Sobre seu icônico cabelo ardente:
“Eu comecei a pintar meu cabelo quando eu era bem nova. Eu nunca fui boa com maquiagem, mas sempre senti que podia colocar cor no meu cabelo. Quando eu fiz 17 anos, eu comecei a procurar por novas cores e acabei entrando nesse salão chamado The Pink Mullet na minha cidade. Foi aí que eu conheci meu amigo Brian, que sempre cuida do meu cabelo desde aquele dia. A primeira coisa que nós fizemos foi uma ponta alaranjada que parecia com chamas, porque eu disse pra ele que queria parecer um fósforo. Agora, nós sempre tentamos encontrar o laranja certo. É uma ótima forma de expressão.”
Sobre a maior vantagem de ter sua própria coleção da M.A.C.:
“Por volta da época que eu comecei a me interessar em maquiagem, eu fui até a M.A.C. e comprei um pó chamado Lightscapade. Era literalmente tudo que eu usava no meu rosto. As pessoas me diziam “Isso não deve ser usado assim”, e eu dizia “Não, não. Acredite em mim. É incrível.” Eu usava como pó todo dia, mas então eles pararam de fabricar. Eu procurei por todo lugar mas não consegui achar. Então, quando eu fui até a M.A.C. para ter uma reunião para escolher as cores, eu estava tipo, “Finalmente! Eu cheguei ao quartel general. Agora eu posso descobrir o grande mistério por trás desse pó.” Eu perguntei para eles sobre isso e eles acharam uma amostra para me dar – e então eles adicionaram isso na minha coleção! (risos) Então, agora eu tenho ele de novo.”.

Fonte: Paramore  Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário