sábado, 26 de janeiro de 2013

Paramore é capa da revista ‘The Guardian’

A revista The Guardian fez uma incrível matéria sobre a história da banda e qual está na capa desta edição. A revista foi afundo na polêmica dos irmãos Farro e no final nos mostra como a banda se sente bem agora e como cresceu como pessoas e como músicos diante de tudo. Vejam:

A capa diz: Como o amor rasgou o Paramore



Paramore: sem mais esse negócio de miséria
Em 2010, Paramore tinha tudo. Eles foram de emo-teen punk-pop para um estádio lotado do qual o terceiro álbum, Brand New Eyes, os atirou diretamente na 2ª colocação da parada da Billboard. Tocaram nos festivais Reading and Leeds, e foram colocados no meio do projeto entre Blink-182 e Weezer. Eles tinham um exército de fãs adolescentes dedicados, os quais acompanhavam cada postagem no site, que foram muitas. Mas tudo não estava bem. Uma divisão traumática era iminente, e um poder maior estava por trás disso.
Uma breve recapitulação. Paramore se reuniu como adolescentes em Franklin, perto de Nashville, em 2005. Eles lançaram dois álbuns em rápida sucessão, mudando do circuito punk de garagem a grandes shows de rock quando completaram 18 anos. Eles pegaram a onda emo, mas os seus ouvidos para a melodia os levantou para acima de suas franjas pretas e delineador contemporâneos, e a presença da vocalista Hayley Williams estava destinada a coisas maiores.
A banda era de cristãos praticantes – não tão comum na fraternidade rock – e relutantes para se definirem assim. “Nós comos cristãos, mas não somos uma banda cristã”, o guitarrista Josh Farro disse. Hayley levou ao LiveJournal para desabafar sobre o seu hit Misery Business, “Deus faz isso parecer tão bom”, embora ela tenha recusado o proselitismo. “Você não tem que acreditar no que eu acredito e ninguém no Paramore irá forçar nossa fé na vida das pessoas”, ela escreveu.

Assim que o terceiro álbum Riot! estourou, a tensão dentro da banda começou a entrar em erupção. Paramore estava sendo construído em volta de Hayley e Josh. Eles foram um casal antigamente, que como a maioria dos romances adolescentes, não durou. Em fevereiro de 2008, uma tour européia foi subitamente arrancada. “Há uma série de questões internas que vêm acontecendo na banda por um bom tempo agora”, Hayley escreveu na época em um post para os fãs. “Talvez um dia a gente vai contar a história toda, mas, por enquanto, só saibam que todos nós estamos trabalhando duro para isso dar certo.”
Era como se todos no Paramore estivessem fazendo algum exame de consciência. Duas semanas antes do hiato, Josh tinha manifestado uma insatisfação sobre como eles foram retratados na mídia. “Somos uma banda, não é só Hayley,.. Essa não é a banda dele. Só porque ela é a vocalista não significa que ela é a única envolvida”, disse ele. Seus fãs, naturalmente, pediram a eles para não acontecer isso um dia, e por um tempo, mantiveram isso juntos. Eles rapidamente gravaram, em 2009, o álbum Brand New Eyes, um poderoso disco de rock que se solidificou no mainstream. Comercialmente, eles se tornaram maiores do que nunca. Mas isso não estava sustentável. Hayley, por sua própria admissão, havia amontoado ilusões ao relacionamento fracassado nas letras de Brand New Eyes, mas a banda, ansiosa para continuar trabalhando, tinha mantido a cabeça baixa e seguido em frente.
‘Nós todos tinhamos horas para ficar chateados e também para ser a pessoa tentando controlar isso. Tipo, não dizer nada…’ Disse Jeremy sobre a separação.
O ano seguinte, no final do verão, Josh e o irmão Zac, contaram aos outros que estariam deixando a banda. Hayley e os outros integrantes, Taylor York e Jeremy Davis, divulgaram um comunicado: “Nós queremos que Josh e Zac façam algo que os faça feliz, e se isso não é conosco, então nós os daremos suporte para encontrar a felicidade em outro lugar.”
Aquilo deveria ser o fim de tudo. Mas não foi. Josh postou um texto no seu website que criticava tudo, desde como a banda ficava junta até sobre as letras do disco Brand New Eyes, o qual ele considera “anti-cristão”. “Por exemplo, ‘the truth never set me free’, a qual contradiz o que a Bíblia diz em João 8:32 (‘e conhecereis a verdade, e ela te libertará)”. Ele disse a “oração e conselho” os levou a sua decisão de sair da banda. O post terminou com “Toda a glória de Deus”. Hayley, Taylor e Jeremy estavam atordoados.
“Isso foi… desgostoso, honestamente”, diz Hayley Williams com um claro olhar de disânimo. Dois anos depois, e a banda está em Londres anunciando o lançamento do seu quarto álbum, o primeiro somente com três integrantes. Ele se chama ‘Paramore’ e será lançado em abril.
“Era realmente difícil morder nossas línguas”, diz Taylor, o qual está evitando qualquer contado com os olhos. “Nós passamos tanto tempo com eles, e realmente amo eles, esse era um sentimento estranho de… eu não sei. Quase senti como, por um período, se nós não os conhecessemos mais. Nós tínhamos vários sentimentos negativos.”
Jeremy admitiu que eles foram tentados a se separar, mas eles aguentaram juntos e lembraram: “Nós todos tinhamos horas para ficar chateados e também para ser a pessoa tentando controlar isso. Tipo, não dizer nada…”
Quando perguntaram se eles foram sempre otimistas sobre seguir em frente mesmo sendo apenas três, houve uma longa pausa.
“Ummmmmm,” disse Hayley, “não sempre”.
Taylor olhou para cima: “Honestamente, isso foi realmente assustador. Isso parecia tão esmagador. Nós tinhamos um sistema, no entanto disfuncional. E aquilo tudo foi embora. Essa foi a melhor coisa que poderia possivelmente ter acontecido, mas na hora não nos sentimos assim.”
Eles falam sobre “viver em negação” promovendo Brand New Eyes até que, como Hayley coloca, “tudo recém acabou, e a tensão se foi”. Eles não falam com os irmãos Farro desde a postagem que os ofende. Hayley não sabe se eles um dia irão se falar novamente. “Eu acho que acho, eu sou tão grata por tudo que aconteceu, como poderia estar com raiva?” Ela faz uma analogia dizendo: “Imagine sendo uma realação. Você termina. Você fica chateada. Aí você conhece o homem dos seus sonhos. Você continuará sendo uma idiota?” Ela encolhe os ombros e diz: “Nós estamos felizes agora, e é tudo o que importa.”
“Conforme eu vou envelhecendo, eu vou aprendendo que eu realmente não me importo se o que eu amo é legal” Hayley Williams


Paramore antes da separação, em 2006
Aquela felicidade é manifestada no seu álbum, uma forte fera pop cheia de palmas e corais gospel e orgãos que é um pouco como o No Doubt anos 90. Foi produzido pelo ex-baixista do Nine Inch Nails, Justin Meldal-Johnsen. Eles foram o encontrar pensando que ele seria: “muito legal para nossa banda”, mas deixaram isso de lado. Enquanto em alguns aspectos a gravação é uma partida, não é uma volta completa, acrescentando sinos e assobios, e um senso de ambição palpável. Uma nova música, Ain’t It Fun, soa como se Alexander O’Neal tivesse recém descobrido um catálogo.
Talvez esta mais direção sensação do pop – você pode definitivamente dançar com Ain’t It Fun – é uma escolha prática tanto quanto artística. Depois de tudo, Paramore tem uma base de fãs grande parte adolescente. Eles foram vagamente alinhados ao Fall Out Boy e Panic! At The Disco, ainda assim tendo mais melodia. Agora fãs ficaram com 20 anos, assim como a banda (Jeremy se casou; ele passa a maior parte do tempo mostrando vídeos do seu novo cão). Coisas mudaram.
“Emoooo!” grita Hayley. “Vou colocar uma foto disso no meu twitter: ninguém mais diz emo. Eu vou trazer isso de volta!” ela brinca.
Jeremy reconhece que tinha considerado isso: “Depois de nós começarmos escrevendo coisas estranhas como Aint It Fun, nós estávamos nervosos. Mas aquilo era confortável. Nós crescemos e não gostamos das mesmas músicas que gostávamos, então porque nossos fãs não gostariam? Essa ideia que nos manteve em frente.
No passado, com “todo o drama da banda”, eles não teriam sido capazes de fazer esse disco. “Com cinco pessoas, era um compromisso difícil,” Taylor lembra. “Esse é a primeira vez que nós fomos capazes de usar uma idéia como, ‘Cara, seria legal ter um coral gospel’ e não ser jogado pra baixo.”
“Conforme eu vou envelhecendo, eu vou aprendendo que eu realmente não me importo se o que eu amo é legal,” diz Hayley. “O que você está ouvindo? ‘Uh, the Smiths?’ Não. Apenas diga a eles que você está ouvindo as velha músicas Shania Twain.

Novo single ‘Now’ está online. O álbum, ‘Paramore’, será lançado em abril!
Fonte: Paramore Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário